Alvo lança solução para automatizar e reforçar controlo orçamental de programas de obras

Mês maio

Alvo lança solução para automatizar e reforçar controlo orçamental de programas de obras

Data 17/05/2011

A Alvo (www.alvo.com), a empresa tecnológica portuguesa líder na implementação de soluções inovadoras de software de gestão para Pequenas e Médias Empresas (PME), anuncia o lançamento do Alvo GOA.

Esta solução permite aos “donos de obra” – entidades responsáveis pela gestão orçamental e contratual de programas complexos de obras – a gestão de forma rigorosa, atempada e eficaz dos compromissos inerentes à execução de um grande volume de contratos e orçamentos associados.

O Alvo GOA vem colmatar uma lacuna sentida pelos “donos de obra” que têm de gerir diariamente fluxos financeiros gerados pelos contratos e orçamentos associados às entidades que executam, auditam, comercializam e prestam todo o tipo de serviços no âmbito de cada programa de obra. Estes programas têm associado um grande número de contratos e orçamentos interligados que devem ser geridos e monitorizados de forma automática e rigorosa”, afirma Paulo Pereira, Director Comercial e Operacional da Alvo.

Solução com provas dadas em mercado exigente

Já em utilização por várias entidades, nomeadamente pela Parque Escolar, empresa responsável pelo processo de modernização de cerca de 300 escolas secundárias espalhadas por todo o País, o Alvo GOA permite a este “dono de obra” gerir de forma eficaz os seus projectos, garantindo o acompanhamento constante dos trabalhos, bem como um controlo rigoroso dos orçamentos afectos a determinados contratos.

Constituído por dois grandes módulos – gestão orçamental e gestão contratual – o Alvo GOA permite também aos “donos de obra” dispor de uma análise financeira complexa detalhada, isto é, uma análise do projecto, dos vários contratos associados e, dentro destes, das diversas entidades envolvidas. Outra das vantagens desta solução é o facto de estar ligada a plataformas online de contratação pública, como é o caso da Construlink.

Alvo GOA integra com ERP

Do ponto de vista da gestão orçamental, o Alvo GOA é uma ferramenta integrada no software de gestão (ERP), que dá resposta às necessidades de análise de custos dos "donos de obra". Permite a criação de orçamentos por projecto/contrato em função de planos de centros de custo definidos na contabilidade. Inclui funcionalidades de monitorização mensal e anual e permite alterações perante aprovações prévias. Inclui igualmente um módulo de análise financeira que permite monitorizar, de forma integrada com o orçamento anual, os valores adjudicados, facturados e pagos.

Já do ponto de vista da gestão contratual, esta solução tecnológica nacional permite o registo no sistema dos contratos (com gestão documental associada), das suas actividades e dos seus fluxos de aprovações. Esta informação é relacionada com os orçamentos associados aos contratos. Estes por sua vez são integrados com as rubricas orçamentais do programa. Esta estrutura permite garantir e automatizar um controlo orçamental efectivo e o seu relacionamento e conformidade com o cumprimento e execução de contratos específicos

Acerca da Alvo
A Alvo (
www.alvo.com) é a empresa tecnológica nacional líder na implementação de soluções inovadoras de software de gestão para PME. Fundada em 1991, a Alvo encara a tecnologia como uma ferramenta que auxilia os clientes a atingirem os seus objectivos. A empresa tem crescido de forma notável e sustentada com uma estratégia de serviços de qualidade e parcerias de sucesso com as melhores empresas de tecnologias, como Primavera BSS, Microsoft e GFI. Com instalações em Lisboa, a Alvo conta actualmente com 41 colaboradores e apresentou um volume de negócios de 2,6 milhões de euros em 2010. Para mais informação contacte-nos através do número gratuito 800 789 789 ou do endereço [email protected]

Para mais informações contacte

  • Sílvia Carvalho

    Marketing, comunicação e média

  • 217221100

    ou nº grátis: 800 789 789

  • [email protected]

    Questões ou sugestões

Imagens e documentos para esta notícia

Subscreva a nossa newsletter