Deseja ser contactado ou tem alguma questão acerca da nossa oferta?







    Novo estudo Alvo revela tendências tecnológicas para PME

    As soluções cloud permitem o acesso das pequenas e médias empresas (PME) a serviços inovadores e seguros, a um custo acessível. Um novo estudo Alvo parte de um inquérito às empresas portuguesas para perceber quais os serviços cloud mais utilizados e as principais tendências tecnológicas, a curto e médio prazo. Conheça que tendências tecnológicas para PME vão marcar 2022 – e os próximos anos.

     

    Perante a pandemia, as empresas tiveram de fazer profundas alterações no modo de funcionamento dos seus negócios para adaptá-los às novas circunstâncias, acelerando a transformação digital. Um exemplo é a adoção crescente de soluções cloud.
     
    As empresas portuguesas também não escapam a este movimento. Mas que soluções cloud são mais utilizadas pelas pequenas e médias empresas portuguesas? E que inovações intencionam implementar num futuro próximo? Esta é a base do estudo Alvo “Tendências de adoção da cloud nas PME portuguesas – 2022”, que inquiriu a perspetiva das PME em relação a sete cenários e soluções distintas de utilização da cloud – indispensáveis para a evolução e segurança dos negócios.
     
    Entre as inovações selecionadas constam: a migração de servidores para cloud, a adoção de backups na nuvem, a consolidação de telefones no Microsoft Teams, a migração de documentos para o Microsoft 365, mas também soluções mais focadas na segurança (como a prevenção de fuga de informação e a gestão de dispositivos e aplicações).
     
     

    ACEDA AQUI AO ESTUDO ALVO

     
    “Tendências de adoção da cloud nas PME portuguesas – 2022”

    Tendências Tecnológicas 2022

    3 conclusões do estudo Alvo que reforçam as tendências tecnológicas para PME

    1. Soluções de Workplace lideram intenções de implementação

     
    O trabalho remoto tornou-se uma realidade incontornável e exigiu da parte das empresas a adesão a ferramentas colaborativas que permitissem criar um workplace digital fluído e funcional. Esta é uma das tendências tecnológicas para PME que deverá continuar. De acordo com os resultados do estudo Alvo, cerca de 43% das PME inquiridas pretendem adotar as funcionalidades avançadas do Microsoft 365 de colaboração e comunicação.
     
    Ainda assim, há um longo caminho a percorrer nesta área, dado que o estudo revela que apenas 11% das empresas já utilizam, atualmente, este tipo de ferramentas colaborativas.
     
    Entre as funcionalidades de comunicação e colaborativas do Microsoft 365 com maior potencial para ajudar a tornar as empresas mais ágeis e mais flexíveis na sua forma de trabalhar estão as seguintes:
     

    • Consolidação do sistema de telefones através do Microsoft Teams
    •  
      O Microsoft Teams, ferramenta de comunicação da Microsoft que ganhou popularidade crescente na pandemia, permite também aos colaboradores da empresa fazerem e receberem chamadas de linha fixa a partir de qualquer lugar e de qualquer dispositivo, além de videoconferências e chats. A funcionalidade confere às organizações uma maior flexibilidade e conectividade das comunicações, além de proporcionar ganhos de eficiência e produtividade na gestão do trabalho.
       

    • Partilha de documentos na cloud
    •  
      Um outro exemplo de ferramentas colaborativas do Microsoft 365 que são conhecidas pelas empresas, mas ainda pouco utilizadas, é a partilha de documentos via SharePoint ou através do OneDrive. Estas soluções trazem diversas vantagens para as empresas, nomeadamente, no que diz respeito à segurança dos documentos e à colaboração em tempo real de diferentes pessoas num único documento.

    2. Backups e servidores na cloud destacam-se como tendências tecnológicas para PME

     
    Se no campo das ferramentas colaborativas em cloud há ainda um longo caminho a percorrer para que as empresas consigam tirar o máximo partido deste tipo de soluções, a situação está mais consolidada quando falamos da adoção de serviços cloud ligados à infraestrutura. Por exemplo, 43% das empresas inquiridas no estudo Alvo já utilizam sistemas de backup baseados na nuvem e 30% têm os seus servidores na cloud. Além disso, uma larga parcela das empresas que ainda não aderiram a esta última solução preveem fazê-lo, embora com prioridades diferentes: os backups são vistos como uma prioridade a curto prazo, enquanto o investimento em servidores na cloud será um investimento tendencionalmente a médio prazo.
     
    Conheça as principais vantagens que estas soluções apresentam:

    • Backups na cloud
    •  
      Não só são soluções menos dispendiosas face aos tradicionais modelos de backup, como também são mais fiáveis e seguras e representam um menor risco contra situações de furto ou dano, graças aos seus mecanismos de redundância. Em caso de ciberataque, como uma ação de ramsonware, um backup na cloud permite recuperar rapidamente toda a informação. Da mesma forma, em caso de desastres naturais ou incidentes nos equipamentos, as organizações conseguem restaurar rapidamente os dados e retomar as suas operações, o que pode não ser possível com um sistema de backup local.
       

    • Servidores na cloud
    •  
      Uma das principais vantagens associadas às soluções Infrastruture as a Service (Iaas) prende-se com os custos associados, uma vez que estas soluções permitem ter acesso a um conjunto de vantagens e funcionalidades com um custo muito mais reduzido – comparativamente à aquisição de servidores locais numa solução on premises.
       
      Por exemplo, para uma pequena e média empresa ter o mesmo nível de serviço que o Microsoft Azure – plataforma de referência cloud – disponibiliza, teria de adquirir pelo menos quatro servidores físicos e replicá-los em dois datacenters diferentes. A opção por servidores na cloud veio democratizar o acesso às melhores (e mais seguras) soluções de infraestrutura tecnológica.

    3. Segurança na cloud (ainda) não é uma prioridade das PME portuguesas

     
    Um outro dado que salta à vista no estudo Alvo é que apenas 29% das PME inquiridas têm intenções de implementar soluções cloud para reforçar a segurança da informação. “Este resultado pode ser explicado pelo facto de haver ainda bastante trabalho de base a ser desenvolvido em Infraestrutura e Workplace, antes que a área da Segurança possa ser abordada”, explica o estudo.
     
    No entanto, com a crescente intensidade e sofisticação dos ataques cibernéticos, a segurança dos dados é um vetor que não pode ser descurado, sob pena de pôr em risco a própria sobrevivência das organizações. Nesse sentido, é importante as empresas estarem munidas das ferramentas adequadas – como o Microsoft Azure – para garantir a máxima segurança dos seus dados.
     
    Além de garantir a redundância do armazenamento de dados, o Microsoft Azure é uma ferramenta muito relevante na antecipação, deteção e proteção contra ciberameaças. A solução contempla a gestão de diferentes níveis de autenticação e acesso protegendo, desta forma, a sua empresa contra acessos indevidos.
     
    Quer saber que soluções cloud podem ser mais vantajosas para a sua PME? Entre em contacto connosco. Na Alvo, temos experiência comprovada para lhe dar todo o apoio neste processo. Ligue grátis 800 789 789 ou contacte-nos por e-mail para [email protected].