Deseja ser contactado ou tem alguma questão acerca da nossa oferta?







    Hi-Tech Warehouse: uma viagem ao futuro através de logística imersiva

    A Alvo realizou no passado mês de junho um evento diferenciador dedicado ao setor logístico onde os participantes puderam ver e experimentar algumas das mais inovadoras tecnologias associadas à gestão de armazéns. Depois do sucesso deste primeiro “Hi-Tech Warehouse – Logística Imersiva”, uma Demo Room que replica o ambiente em armazém está também disponível na sede da Alvo.

    Reproduzir numa sala o ambiente real de um armazém, experimentar as mais recentes tecnologias que ajudam a tornar as operações logísticas automatizadas e ter a oportunidade de ver, “ao vivo e a cores”, a forma como estas ferramentas tecnológicas executam os pedidos num armazém, fazem a etiquetagem dos produtos, realizam o picking ou preparam a expedição das mercadorias. Este foi o objetivo do evento “Hi-Tech Warehouse – Logística Imersiva”, realizado pela Alvo, no passado dia 28 de junho, em Lisboa, e que contou com a participação e envolvimento dos parceiros Primavera, Microsoft e IDentPrint.
     
    Contrariando o formato tradicional das apresentações ou conferências de empresas, a Alvo optou por organizar um evento imersivo, com um modelo inovador, dedicado às empresas que têm necessidade de modernizar e catapultar as suas operações logísticas para o mundo da digitalização.
     
    “Foi um evento diferente daquilo que normalmente é promovido junto das empresas de logística. Por norma, as pessoas estão sentadas numa sala a ouvir outras pessoas falar as apresentações são muito teóricas, com pouca interação. Quisemos desconstruir esse conceito e mostrar, num evento imersivo, como funcionam efetivamente as soluções de warehouse management”, explica António Simões, sales and marketing executive da Alvo.
     
    Como foi possível? Para criar uma experiência de logística imersiva, a empresa recriou numa sala de conferências um mini-armazém com prateleiras e os principais processos e equipamentos associados à identificação de produtos, ao seu acondicionamento, à movimentação de mercadorias e à preparação dos pedidos.

    Hi-Tech Warehouse

    Para Carlos Couto, CEO da Alvo, as vantagens deste modelo são claras: “até ao momento, quando precisávamos de mostrar a um potencial cliente como funcionava a solução de gestão de armazéns Primavera Eye Peak tínhamos de levá-lo a uma empresa onde essa solução já estava implementada, para que pudesse perceber como funciona em termos práticos. Mas com o laboratório que criámos para o evento conseguimos comprovar, numa pequena escala, como é possível digitalizar as principais operações dentro de um armazém. Aquilo que demonstrámos com cinco prateleiras pode ser replicado em cinco milhões de prateleiras de um armazém”.

    Simplicidade, agilidade, rastreabilidade, integração e automatização – eis o contributo da tecnologia na gestão dos armazéns

     
     
    Durante três horas, mais de 60 pessoas representantes de empresas – de vários setores de atividade e tendo como denominador comum o facto de terem operações logísticas exigentes – fizeram uma viagem ao futuro e conheceram as tecnologias que estão a ser implementadas nos armazéns mais avançados.
    A experiência diferenciadora tecnológica começou logo no momento da acreditação, no qual o participante recebia uma pasta que continha uma etiqueta dotada de tecnologia RFID (radio frequency identification). Ao entrar na sala do evento, cada participante era acolhido num dos ecrãs disponíveis com uma mensagem de boas-vindas personalizada.
     
    Já dentro da sala, os participantes podiam acompanhar – num écran com um dashboard – a entrada de uma nova encomenda no sistema, num fluxo de trabalho automatizado com uma Power App desenvolvida sobre a Microsoft Power Platform, interligada em tempo real ao Primavera Eye Peak, que centraliza a gestão das operações de armazém. Através do Eye Peak, os participantes ganharam visibilidade e rastreabilidade de todas as operações logísticas lançadas na sala de demonstração para dar resposta à nova encomenda, como inventário em tempo real e picking de mercadorias.
     
    A preocupação em proporcionar uma experiência tecnológica muito prática e próxima de um cenário real, ficou espelhada em outros aspetos do evento. Por exemplo, os participantes puderam observar como funcionavam os vários equipamentos e ferramentas usadas na gestão de operações em armazém: desde os leitores de códigos de barras, passando pelos equipamentos que fazem o picking das mercadorias por voz ou por visão.
     
    “Algumas pessoas que nunca tinham visto os equipamentos que foram apresentados pelo nosso parceiro da IDentPrint, como os óculos de picking e os equipamentos de soluções para a etiquetagem. A materialização de um software de gestão de armazéns também foi algo que surpreendeu”, avança António Simões.
     
    De uma forma simples e fluída, as empresas participantes conseguiram percecionar as vantagens que a adoção de sistemas tecnológicos traz para a gestão dos seus armazéns, nomeadamente:
     

    • aumento da rapidez na preparação dos pedidos;
    • melhores tempos de entrega;
    • rastreabilidade das mercadorias;
    • eliminação de erros na preparação e expedição de mercadorias;
    • monitorização da informação em tempo real;
    • melhor articulação entre a armazenagem, o inventário e as restantes etapas do processo logístico;
    • melhor rentabilização dos recursos físicos e humanos.

    A nova vida do “Hi-Tech Warehouse – Logística Imersiva”

     
     
    O sucesso do evento “Hi-Tech Warehouse – Logística Imersiva” levou a Alvo a criar mais do que uma experiência pontual. O laboratório está replicado na sede da empresa, para poder funcionar como uma sala de experimentação e de demonstração de soluções para futuros clientes. Além disso, a empresa está a planear um evento semelhante no Norte do país, em data a divulgar.
     
    Com estas iniciativas imersivas focadas no setor logístico, a Alvo quer marcar o posicionamento da empresa. “Junto dos nossos clientes temos uma imagem muito ligada à software house que representamos – a Primavera. Mas na verdade, somos desde há muito tempo especialistas também na área de logística e na integração de sistemas. Mais do que estarmos “colados” a uma solução de software, queremos desenhar e apresentar soluções para os clientes. Venham os desafios!”, afirma Carlos Couto.
     
    Em paralelo com a aposta no segmento de logística, a Alvo prepara-se também para divulgarr soluções que possam tornar a gestão dos recursos humanos mais ágil. “Esta é uma área abrangente, que tem em conta muitas dimensões e processos como o processamento de salários, o recrutamento, a avaliação do desempenho ou o picar o ponto. E todas estas tarefas têm que estar ligadas com o Primavera. Vamos querer apoiar as empresas a tornarem esta gestão mais eficaz e célere”, adianta o CEO da Alvo.

    Se pretende otimizar as operações logísticas do seu negócio com o apoio de tecnologia de última geração, entre em contacto connosco. Na Alvo, temos experiência comprovada para lhe dar todo o apoio neste processo. Ligue grátis 800 789 789 ou contacte-nos por e-mail para [email protected].