Deseja ser contactado ou tem alguma questão acerca da nossa oferta?







Azure Site Recovery: O “salva-vidas” das organizações em caso de incidentes

A crescente digitalização das empresas permite às organizações tornarem-se mais eficientes e produtivas, com menores custos e mais processos automatizados.

 

Mas porque nem sempre tudo corre bem, por vezes, ocorrem falhas que limitam o acesso aos sistemas e aos dados necessários para manter as operações essenciais do dia a dia. Mas na era da transformação digital, cada segundo em que os serviços de uma organização estão indisponíveis significa que há uma perda de dinheiro e de clientes. Por essa razão, as empresas devem “blindar” a sua arquitetura e os seus sistemas, de forma a protegê-los contra eventuais incidentes. É neste contexto que o serviço Azure Site Recovery surge como um instrumento essencial, funcionando como uma espécie de “salva-vidas” das organizações, em caso de incidentes.
 
 

O que é o Azure Site Recovery?

 
Esta é uma solução Disaster Recovery as a Service (DRaaS), que permite a recuperação dos sistemas após desastres. Assim, caso ocorra uma interrupção, o Azure Site Recovery, permite colocar os sistemas mais críticos de novo operacionais, de uma forma simples e rápida.
 
Em termos resumidos, o Azure Site Recovery permite implementar processos de replicação, de ativação pós-falha e recuperação para ajudar a manter a continuidade das operações durante interrupções. Na prática este serviço cria uma réplica em tempo real na cloud da infraestrutura local. Em caso de incidente – como, por exemplo, um roubo, uma falha de energia elétrica, uma inundação ou incêndio na sala de servidores – a empresa não perderá dados e pode retomar as suas operações rapidamente. Quando o problema estiver resolvido, todo o trabalho entretanto realizado pode ser transferido de volta, de forma automática, para a infraestrutura principal.

Azure

As principais vantagens do Azure Site Recovery

 
A comodidade e a rapidez da recuperação das operações são duas das características do Azure Site Recovery que são muito valorizadas. Na verdade, este sistema pode fazer a diferença entre recomeçar logo as operações após uma interrupção – ou perder demasiadas horas e investir muitos euros para resolver o problema no servidor local. Conheça com mais detalhe os principais benefícios desta solução.

  • Simplicidade na sua implementação:
  •  
    Trata-se de uma solução simples de implementar, de fácil integração e que permite a replicação em múltiplos cenários. A sua configuração é feita simplesmente replicando uma VM (Virtual Machine) do Azure para uma região diferente do Azure. Há ainda uma outra vantagem: como é uma solução integrada, o Azure Site Recovery é automaticamente atualizado com novas funcionalidades do Azure, à medida que estas são lançadas.
     
     

  • Redução de custos:
  •  
    Como se trata de uma solução baseada na cloud, as empresas conseguem evitar os custos mais elevados normalmente associados à implementação e manutenção de uma solução on premises. Desta forma, ao eliminar a necessidade de criar e manter um datacenter secundário, a sua organização consegue reduzir os custos associados aos recursos (técnicos e humanos) necessários para a recuperação de dados após um incidente.

  • Redução do tempo de inatividade:
  •  
    Esta é, provavelmente, a grande vantagem do Azure Site Recovery: ao replicar os dados, o serviço possibilita o restauro rápido dos sistemas, minimizando os danos que um incidente possa causar, quer em termos de tempo, quer em termos de custos financeiros.
     
     

  • Facilidade de teste:
  •  
    Para garantir a eficácia de um plano de recuperação é importante para uma organização executar os testes de recuperação sem que esse processo afete o trabalho em curso, nem os utilizadores do sistema. O Azure Site Recovery permite testar o plano de recuperação sem sobressaltos.

Os benefícios do Azure Site Recovery mostram, assim, como é importante as organizações terem as ferramentas adequadas para fazer face a situações imprevistas que podem causar disrupções nas operações, levar à perda de dados e provocar elevados prejuízos.
 
Esta é, por isso, uma das soluções que deverá fazer parte dos planos de contingência das empresas para garantir a recuperação de dados e o restabelecimento de funções em caso de incidente. Não se esqueça ainda de que um bom plano de contingência deverá prever medidas de recuperação assentes em três pilares: prevenção, deteção e correção.
 
Se quer colocar a sua empresa na linha da frente da digitalização, o caminho terá necessariamente de passar pela adoção de um conjunto de medidas que reforcem a resiliência e a segurança dos dados da organização e diminuam os riscos associados a eventos disruptivos.
 
Se tem dúvidas como fazê-lo, entre em contacto connosco. Na Alvo, temos experiência comprovada para lhe dar todo o apoio neste processo. Ligue grátis 800 789 789 ou contacte-nos por e-mail para [email protected].