Deseja ser contactado ou tem alguma questão acerca da nossa oferta?







    5 estratégias anti-inflação para empresas que juntam gestão e tecnologia

    Desmaterializar processos ou passar para uma arquitetura cloud são algumas das estratégias anti-inflação que podem apoiar o seu negócio a contornar os efeitos da escalada de preços. Saiba como a tecnologia o pode ajudar nessa missão.

    Guerra na Ucrânia, preços galopantes, taxas de juro a subir e crescimento a abrandar são alguns dos desafios que estão a colocar pressões adicionais sobre as empresas. Neste contexto de maior volatilidade, é natural que os gestores olhem para a eficiência dos seus negócios com redobrada atenção.
     
    Cortar custos supérfluos, reduzir ineficiências e automatizar procedimentos são, obviamente, prioridades. Fazê-lo sem prejudicar os entregáveis pode ser complexo se não tiver as ferramentas certas para avaliar e decidir, pelo que o software de gestão tem aqui um papel essencial: além de agilizar o cumprimento das formalidades fiscais e de gestão, ajuda a transformar dados em informação capaz de sustentar decisões e melhorar desempenhos.
     
    É isto que revela um inquérito da consultora Gartner (feito já em 2022) aos diretores financeiros de grandes organizações: quase 80% afirma que, mesmo a persistir o cenário de inflação, vão manter ou aumentar os investimentos na área digital. A justificação? Os decisores encaram as tecnologias como meio para alavancar a satisfação e retenção de clientes, assim como para aumentar encomendas, criando retorno e margens adicionais para compensar os efeitos da escalada de preços.
     
     

    5 estratégias anti-inflação apoiadas por soluções de gestão

     
     
    Com este insight em mente, conheça como podem as soluções de gestão, como o ERP Primavera, por exemplo, reforçar estratégias anti-inflação para proteger o seu negócio e, ao mesmo tempo, ajudar a criar uma margem confortável para resistir em momentos incertos.

    1. Desmaterializar processos e documentos


     
    Numa altura em que a subida de preços ameaça as margens, a digitalização é uma das estratégias anti-inflação a recorrer, porque ajuda a cortar nas despesas dispersas que, juntas, constituem grandes encargos. Substituir tarefas pouco produtivas por automatismos é um exemplo e uma forma de libertar os recursos humanos para funções de maior valor acrescentado e é aqui que a versão 10 do Primavera lhe pode trazer vantagens.
     
    Seja na automatização dos lançamentos na área da contabilidade, através da integração automática dos dados com origem em SAF-T ou e-Fatura, ou introdução digital das despesas na área dos recursos humanos, através de um portal onde os registos estão disponíveis a todos os colaboradores, há margem para poupar tempo e realocar talento.
     

    2. Apostar na gestão inteligente de stocks e encomendas


     
    O espaço custa dinheiro e, só por isso, a otimização da área e da organização de um armazém, apoiada pelo visualizador integrado no Primavera Eye Peak, pode fazer a diferença. Mas há mais benefícios a retirar deste software, que acrescenta precisão e eficiência à gestão de armazém e à receção e expedição de encomendas.
     
    Agilizar quantidades e stocks armazenados, eliminar de erros de armazenamento – por exemplo, relacionados com o fim de validade – reduzir tempos de conferência de encomendas e identificar automaticamente as mercadorias são exemplos do que permite esta solução, cujos benefícios se reforçam pela integração com o ERP Primavera.
     

     
     
     
    Software de Recursos Humanos

    3. Passar para uma arquitetura cloud


     
    Já avaliou as vantagens de migrar a sua empresa para a cloud? Além de permitir a qualquer colaborador trabalhar em qualquer lugar e a qualquer momento, com acréscimo de flexibilidade, a arquitetura cloud representa poupanças significativas. A primeira é a redução de espaço físico e energia associados à desmaterialização de hardware, mas as economias estendem-se aos custos de IT em geral, já que deixa de haver lugar a renovação, atualização e manutenção de servidores locais, gestão do centro de dados e múltiplo software.
     
    Outro aspeto relevante é flexibilidade com que se podem aumentar ou reduzir recursos – número de licenças e servidores, por exemplo – em função das flutuações de volume de trabalho. As economias geradas são significativas, evitando-se o sobredimensionamento da estrutura da empresa sem pôr em risco a resposta adequada em alturas de pico.
     
    Sendo uma solução ágil e que dispensa grandes investimentos, a arquitetura cloud do Microsoft Azure, traz ainda um reforço de segurança, com tecnologias de firewall que previnem acessos indevidos e backups que salvaguardam os dados.
     
     

    4. Integrar informação e antecipar cenários


     
    Em alturas de maior instabilidade torna-se ainda mais importante ter uma visão integrada e dinâmica dos dados dos diferentes departamentos para decidir com agilidade, sem comprometer possíveis cenários.
     
    O Microsoft Power Platform promove esta integração e, entre as suas várias ferramentas tem, por exemplo, a análise de dados do Microsoft BI que permite obter insights estratégicos em tempo real, recorrendo a modelos de machine learning para antecipar tendências futuras. Estas são soluções que convertem múltiplos dados dispersos, que isolados pouco significam, em informação agregada e decisiva para ter um overview sobre a empresa.
     
     

    5. Renegociar contratos desajustados


     
    Há quanto tempo não revê os seus contratos com clientes? É possível que alguns, em particular os mais antigos, se encontrem obsoletos ou desajustados face a novas exigências, entretanto, adicionadas. Renegociá-los aos pressupostos atuais, para evitar perder o justo retorno, é mais uma das estratégias anti-inflação, mas analisar contrato a contrato não é solução.
     
    O Microsoft Dynamics 365 pode apoiar, embora os benefícios que gera vão muito além desta missão. Este CRM integra toda a gama de ferramentas que apoiam o desempenho das várias equipas da empresa – das vendas e marketing aos recursos humanos, passando pelas finanças. Ao fazê-lo, fornece um vasto conjunto de informação agregada e de fácil leitura (dashboards, por exemplo) que ajuda a perceber onde pode haver entraves ou ineficiências a ultrapassar. O caso dos contratos é apenas um exemplo, que se torna bastante válido no presente contexto.
     
     
     
    Ter as ferramentas certas quando delas mais necessita é essencial. Saber como tirar pleno partido do seu potencial é uma tarefa que se torna mais fácil com o parceiro certo. Na Alvo, estamos prontos a ajudá-lo para potenciar a tecnologia em benefício da gestão eficiente da sua empresa, mesmo quando a inflação parece não dar tréguas. Ligue grátis 800 789 789 ou envie e-mail para comercial@alvo.com